Laços de Autonomização

Áreas de cooperación: 
Persona de contacto: 
João Pedro Marceneiro Gaspar
Organismo: 
Plataforma PAJE – Apoio a Jovens (Ex)Acolhidos
Teléfono: 
913142204
E-mail: 
Provincia (NUT III): 
Região de Coimbra
Región (NUT II): 
Região do Centro
País: 
Portugal
Palabras clave: 
Autonomia; Jovens em risco; Acolhimento residencial; Inclusão
Descripción del proyecto: 
A Plataforma PAJE (Plataforma de Apoio a Jovens (Ex)acolhidos) é uma associação sem fins lucrativos, que se centra em três eixos de intervenção: 1) Apoio a Ex-acolhidos (apoia o jovem informalmente, visando o aumento de competências, a inclusão social, a promoção de autonomia e o bem-estar físico e psicológico); 2) Intervenção em Casas de Acolhimento (atuação ao nível da formação de cuidadores e dos jovens que estão em fase de pré-autonomia); 3) Valor Humano (promovendo investigação científica, envolvendo e sensibilizando a comunidade, e contribuindo em políticas públicas). Tendo como propósito o apoio a jovens ex-acolhidos, a PAJE procura ir mais além, atuando preventivamente através do projeto "Laços de Autonomização". Este projeto vai ser desenvolvido em três vertentes: formação a cuidadores, intervenção com jovens em pré-autonomia e implementação de um programa de follow-up para casas de acolhimento. Através da formação a cuidadores (“Ser Acolhido… para Saber Acolher”), pretende capacitar os cuidadores para se tornarem figuras de referência, promovendo relações saudáveis, facilitadoras de um bom desenvolvimento do jovem acolhido, e gerindo fatores de stress. A intervenção com jovens em pré-autonomia será feita através do desenvolvimento de competências pessoais, sociais e funcionais que lhes permitam uma autonomização bem-sucedida (“Um Jeito Feliz de (Ha)ver (a) Vida”) e através do projeto “Semana Real(izada)” que, ao colocar estes jovens numa situação análoga à de uma vida autónoma, procura sensibiliza-los para a vida pós-acolhimento e testar as suas competências de autonomização. Acreditamos também que a implementação de um programa de follow-up (“(En)Caminhar para a Inclusão”) nas casas de acolhimento iria traduzir-se numa melhoria da qualidade do serviço, trazendo benefícios para os jovens e prestígio para as instituições que os acolheram. Pretende-se promover a inclusão social de jovens com historial de acolhimento, fomentando transições favoráveis.

 

Proyectos destacados / videotutoriales

 

#HistoriasIbéricas / #POCTEP en los medios

 

 

 

Boletín Informativo

Seleccione abajo para suscribirse

Capitalización: redes temáticas Interact

Contactos POCTEP

Contactos 2014-2020  |  Contactos 2007-2013

  • programa@poctep.eu 
  • (+34) 924 20 59 58
  • C/ Luís Álvarez Lencero 3, Planta 3ª, Of. 13, 06011 BADAJOZ (España)