Autarcas de Cerveira e Tomiño defendem promoção turística sem fronteiras

 

  • O projeto da Eurocidade Cerveira-Tomiño está cofinanciado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional FEDER através do POCTEP.

 

Eliminar o conceito de fronteira entre o Norte de Portugal e a Galiza, oferecendo o Território Rio Minho como um produto único, é um fator estratégico de atração turística. Esta foi a premissa consensualizada defendida pelos autarcas de Vila Nova de Cerveira e Tomiño, Fernando Nogueira e Sandra González, durante a inauguração das jornadas “O Turismo no Contexto Transfronteiriço Cerveira-Tomiño”, que decorreram, esta quinta-feira, no Castelo de Vila Nova de Cerveira.

Este encontro surge após a dinamização de mesas de trabalho de turismo Cerveira-Tomiño, que contaram com a participação de cerca de 30 entidades dos dois lados da fronteira com ligação ao setor. O objetivo é aprofundar o conhecimento relativo ao turismo local, partilhar ideias e experiências inovadoras, além de divulgar o potencial económico do território transfronteiriço Cerveira-Tomiño.

Durante a sessão de abertura, o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira sublinhou o “percurso seguro” traçado pelos dois concelhos vizinhos em diversas áreas, fruto de uma “cooperação transfronteiriça intensa e profícua”. Destacando o enorme potencial turístico existente, Fernando Nogueira explicou que estas jornadas visam “lançar as bases conjuntas também no setor do turismo transfronteiriço, através da promoção de ações que contribuam para a sustentabilidade deste território comum”.

 

 

Sandra González começou por agradecer a participação das cerca de 30 entidades que se reuniram previamente às jornadas para trabalhar na temática de iniciativas turísticas conjuntas. A alcaldesa de Tomiño recordou que Cerveira e Tomiño dispõem de recursos naturais, património, cultura e uma excelente localização, “sendo necessária mais complementaridade, pois o turismo só a nível local não faz sentido. É preciso trabalhar num pacote turístico sem fronteiras ou barreiras”.

Organizadas pela Eurocidade Cerveira-Tomiño, no âmbito da Agenda Estratégica para a Cooperação Transfronteiriça Cerveira-Tomiño, as jornadas “O Turismo no Contexto Transfronteiriço Cerveira-Tomiño” arrancaram com a apresentação d’ “A Marca do Rio Minho”, pelo diretor do AECT Rio Minho, Úxio Benítez, seguindo-se duas mesas de trabalho relacionadas com “Natureza, Cultura e Paisagem” e “Oferta e demanda turística”, dinamizadas por profissionais portugueses e galegos com ligação ao setor do turismo. O período da tarde ficou reservado para desfrutar de algumas experiências turísticas do território.

Ainda no âmbito da Agenda Estratégica para a Cooperação Transfronteiriça Cerveira-Tomiño, cofinanciado pelo Interreg V-A, está prevista, para março, a dinamização de umas jornadas dedicadas à Flor e Plantas Ornamentais, a decorrer em Goián, no âmbito da Mostra de Cultivos de Tomiño.

 

 

Proyectos destacados / videotutoriales

 

#HistoriasIbéricas / #POCTEP en los medios

 

 

 

Boletín Informativo

Seleccione abajo para suscribirse

Capitalización: redes temáticas

Contactos POCTEP

Contactos 2014-2020  |  Contactos 2007-2013

  • programa@poctep.eu 
  • (+34) 924 20 59 58
  • C/ Luís Álvarez Lencero 3, Planta 3ª, Of. 13, 06011 BADAJOZ (España)