“Conta-me HISTÓRIA do que não vivi”

Pessoa de contato: 
Regina Lopes
Organismo: 
ADICES - Associação de Desenvolvimento Local
Telefone: 
(00351)967219513
Direção: 
ADICES - Av. General Humberto Delgado, Nº 19
Código Postal: 
3440-325
Localidade: 
Santa Comba Dão
Província (NUT III): 
Viseu
Região (NUT II): 
Centro
País: 
Portugal
Palavras chave: 
Cooperação, Turismo, Património histórico imaterial, Dinamização económica, Internacionalização
Descrição do projeto: 
Pretende-se a criação de um projeto de cooperação tendo como principal foco o aproveitamento de recursos históricos e patrimoniais de cariz imaterial, que constituem fortes fatores de competitividade nos territórios, quando devidamente estruturados, dinamizados e transformados em valor económico. A articulação do território e dos seus agentes locais com outros a nível nacional e transnacional, é fundamental para o desenvolvimento de estratégias conjuntas permitindo a criação de dinâmicas de desenvolvimento efetivadas através da realização de um conjunto de iniciativas de promoção e valorização das potencialidades locais, em diversas abordagens: turística, patrimonial, económica, ambiental, social e pedagógica. A temática do património cultural e natural assume nos territórios, uma importância determinante nas estratégias de desenvolvimento local por se constituir como uma componente significativa na identidade e especificidade destes territórios (Águeda, Carregal do Sal, Mortágua, Santa Comba Dão e Tondela) e pelo potencial de competitividade que representa para alguns setores da economia local. A coexistência, no território da ADICES, de um conjunto de recursos de enorme valor na história de Portugal e da Europa do Século XX (Aristides Sousa Mendes, António de Oliveira Salazar, Tomás da Fonseca, Branquinho da Fonseca, Estância Sanatorial do Caramulo, …) constituem fortes fatores imateriais de competitividade de natureza coletiva, com um potencial de internacionalização muito relevante e com uma perspetiva de efeito de arrastamento positivo na economia local e regional. As figuras históricas em causa são de facto muito relevantes e, marcaram aquele período da história em ângulos muito diferentes e, mesmo em campos políticos e ideológicos opostos. Algumas das figuras são polémicas e controversas, provocam a discussão e geram o interesse por parte de estudiosos e de investigadores (com maior interesse nestas temáticas), bem como do cidadão comum, que cada vez é mais motivado nas suas opções de lazer por deslocações que permitam conteúdos de cultura e de educação. Um destino turístico que se estruture em torno deste tipo de “recursos” encontra-se em alinhamento com novas formas de “fazer turismo”, atraindo as famílias com preocupações na educação dos mais jovens, motivando o público mais sénior que apresenta maior disponibilidade de tempo e para o qual, estas são realidades emocionalmente próximas. Assim, pretende-se conciliar o património imaterial, marcante de uma época histórica, com a cada vez maior tendência tecnológica verificada, na proliferação das comunidades web, da interatividade social e das redes digitais que, indiretamente, constituem veículos de crescimento económico nos territórios, uma vez que se assiste cada vez mais a um acréscimo da procura do consumidor por ofertas criativas, interativas e inovadoras onde possa ser simultaneamente produtor, ator e espetador.
Principais objetivos: 
1.- Definição de uma estratégia de cooperação para a internacionalização de um produto cultural e turístico regional; 2.- Promover a transferência de conhecimentos, práticas e dinâmicas que possam ser incorporadas e disseminadas nos territórios; 3.- Capacitação e qualificação dos operadores económicos locais e da oferta local 4.- Aumentar o conhecimento sobre os mercados e promover iniciativas coletivas de cooperação interempresarial. 5.- Acompanhar a grande tendência tecnológica da era digital nos territórios, através do reforço do marketing digital e na procura de soluções virtuais aplicadas aos recursos históricos patrimoniais (imateriais) conferindo-lhes valor económico

 

Projetos destacados | tutoriais

 

#HistoriasIbéricas | POCTEP nos media

 

 

 

Boletim Informativo

Seleccione abajo para suscribirse

Capitalização: Redes temáticas Interact

Ideias de projetos / procura de parceiros

Contactos POCTEP

Contactos  2014-2020 | Contactos 2007-2013

  • programa@poctep.eu
  • (+34) 924 20 59 58
  • C/ Luís Álvarez Lencero 3, Planta 3ª, Of. 13, 06011 BADAJOZ (Espanha)